A FURIA DA CHUVA

 

A FURIA DA CHUVA
Marcial Salaverry
 
A chuva é pedida em orações em certas regiões devastadas pela seca, assim como para completar o nível de reservatórios tão necessários para as pessoas que necessitam da água para suas mínimas necessidades, mas nem sempre essas criaturas fazem jus a esse benefício tão reclamado, e tomam atitudes que acabam prejudicando o curso normal das coisas da Natureza, e assim, tanto a Natureza é pelo homem maltratada, que por vezes fica revoltada, e reage enfurecida, mandando água em forma de temporais, com efeito devastador, causando morte, sofrimento e dor...
E assim, uma chuva incessante tem seus efeitos contrários aos desejados, provocando desmoronamentos, quedas de barreiras, interrompendo estraddas, casas e vidas destruindo,  a tudo devastando, tudo levando de roldão, com vidas acabando, e isso pode ser uma resposta às dores causadas pelo homem, que o ar, a terra e as águas constantemente poluem, provocando dores e sofrimento para a Natureza, tirando igualmente sua vida e sua beleza...
Mas a devastação pelas chuvas provocada, se a muitos comoveu pela dor causada, a outros provocou outro tipo de reação, e pessoas, certamente sem coração, dirigiram-se apressadas, procurando casas abandonadas, para ver ver o que poderiam saquear, trazendo mais tristeza e desgraça... E assim, pergunta-se a Deus quando tal maldade vai acabar, e fica uma dúvida pairando no ar, sobre o que será pior, a Natureza enfurecida, ou a ação maléfica dessa gente ensandecida...
Por um lado, o espetáculo da solidariedade, com pessoas tentando ajudar as vítimas das calamidades, e por outro, o vergonhoso show da maldade propiciado por essas criaturas sem alma e coração.
Felizmente, são muitos tentando ajudar, e com a dor dos sofredores, ao menos se solidarizar...
Mas aqueles que querem da dor se aproveitar, merecem por certo uma punição exemplar...
Juntemo-nos em oração, pedindo, com amor no coração, para que esse sofrimento seja aliviado, e que logo seja apenas uma lembrança do passado, e que a chuva sempre caia de forma benfazeja, apenas regando plantas e enchendo reservatórios...
 

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados