QUERO QUERO CONDOR...quero sem dor

 

QUERO-QUERO CONDOR... quero sem dor...
Marcial Salaverry

O condor é uma ave altaneira, por demais orgulhosa, mas por vezes se deixa levar pela emoção, e pode se apaixonar pela ave errada, e algo aconteceu quando em um de seus vôos, um condor, que queria esquecer uma águia que não se deixou conquistar,  encontrou um quero-quero com dor, voando tristemente sem rumo.
E desejando ajudar, disse-lhe:
"Quero-te quero-quero... quero te cuidar..."
E ofereceu a proteção de suas fortes asas, para que seguissem voando pelo infinto azul...
Quero-quero encantado com tanta cortesia, prontamente respondeu a chilrear:...
"Quero, quero sim, não gosto de ficar com dor, e para cuidar-me, quero-te condor..."
E assim, nessa boa ação, Condor, seja como for, deixou quero-quero sem dor, nessa estranha e linda amizade...
E assim sendo, agora quero-quero não quer mais dor, e
então para ficar sem dor, agora quer sempre condor a seu lado...
Essa a história de um estranho caso de de amizade entre aves diferentes, em que um condor, deixou o quero-quero sem dor...
E o quero-quero, que queria um querer sem dor, ficou sem dor junto do condor...
Quando não existe preconceito, e quando existe uma pureza de sentimentos, tudo é possível...

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados