É PRECISO SABER DIALOGAR COM OS JOVENS

 

Uma verdade que muita gente não quer entender,
é que com os jovens sempre é melhor dialogar,
para que não seja necessário repreender...
Osculos e amplexos,
Marcial

É PRECISO SABER DIALOGAR COM OS JOVENS
Marcial Salaverry

É preciso entender que algo que deveria ser regra geral, apesar de muita gente pensar o contrário, o fato de que os jovens apreciam dialogar com pessoas de mais idade, e claro, que nesse “time” estão incluídos seus pais. Apenas desejam que exista um diálogo, uma conversa franca e honesta, e não apenas um monólogo paterno, principalmente no que diz respeito ao sexo e suas consequencias...

Empregando um termo mais de acordo, deve ser “um papo cabeça”, onde as coisas lhes sejam explicadas com clareza, onde os limites lhes sejam apresentados e explicados, onde eles possam ter oportunidade de apresentar, pelo menos apresentar, seus pontos de vista, sugestões e desejos.

Enfim, querem ter oportunidade de dialogar de igual para igual, respeitadas as devidas proporções.
Sem dúvida alguma, a juventude hoje está vivendo uma fase um tanto quanto conturbada.
Os contínuos apelos à sensualidade e à sexualidade fartamente explorados pela mídia, fatalmente confundem a cabeça de nossos jovens. Se por um lado a família quer impor algumas regras de conduta, por outro, as músicas insistem em mostrar que o sexo é bom e gostoso, e deve ser aproveitado ao máximo. Não somente as músicas, como também novelas e filmes, e assim, nunca o sexo foi tão incentivado como atualmente. Existem programas em que os jovens falam abertamente que transam sem pensar muito em limites.

Na verdade, é preciso entender que a coisa não é bem assim, pois nunca se pode confundir "liberdade sexual", com "liberalidade sexual". Transar pode ser algo normal e bom, mas deve ser algo feito com os devidos cuidados, e com as pessoas certas, e não aleatoria e promiscuamente como vem sendo praticado.

Um rapaz e uma moça conhecem-se, e no máximo, depois de duas horas já estão em um motel, ou simplesmente no banco de trás do carro (se couber). A coisa mais normal, hoje, é duas garotas de 13, 14 anos, e até menos, procurando descobrir quem já "ficou" mais vezes, ou mesmo quem beijou mais garotos durante uma balada, esquecendo-se de que os riscos que envolvem tais atitudes são muito grandes para serem desprezados, em nome da "liberdade sexual". Não falo somente da AIDS, ou de uma gravidez indesejada, mas também da própria desvalorização da garota como pessoa. No futuro ela mesma sentirá os efeitos dessa liberalidade.

Fatalmente o tempo cobra os tributos para o desregramento com que se leva a vida, quando as pessoas deixam que apenas os impulsos comandem sua vida, sem pensar nas consequencias que certas atitudes poderão lhe acarretar. Os impulsos devem ser mais bem controlados. Se por acaso seus pais não tem um bom diálogo com vocês, procurem alguma ajuda especializada, que lhes possa dar uma boa orientação
sobre o assunto. Procurem mostrar a seus pais o que pode estar acontecendo, e da necessidade que existe de um diálogo franco e honesto.

O sexo realmente é a explosão do amor. Justamente por isso, deve ser feito com amor, e quando há amor. Não apenas por instinto, por tesão. Ou simplesmente porque se deseja “ficar” mais vezes que suas amigas.
E, principalmente, nunca busquem o refúgio das drogas ou da bebida, que é um assunto muito sério, e que deverá ser analisado com muito cuidado e atenção, devendo-se sempre procurar ouvir quem pode aconselhar e orientar sobre o assunto.

O futuro é muito belo, a vida é mais bela ainda. Não joguem tudo por terra só por atitudes irrefletidas, por revolta contra os pais, ou mesmo só para satisfazer impulsos de momento.
Aconselho procurar no dicionário o significado da palavras JUIZO, nem que seja apenas para saber o que é que os pais tanto recomendam...
Até uma próxima vez, e procurem sempre fazer de cada dia, UM LINDO DIA.

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados