MINIMALISTA - DOCE VENENO

 

 


DOCE VENENO
Marcial Salaverry

Se é verdade que amar
é se envenenar,
nem antítodo vou tomar...
Quero esse veneno inocular,
e assim, amar até me fartar,
para o amor nunca faltar...
Quer me acompanhar?

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados