É MUITO MELHOR VIVER EM PAZ

 


 
Certamente viver em paz, é o grande desejo de todos, e é fácil conseguir tal intento, basta cada qual fazer sua parte com esse objetivo...
Osculos e amplexos,
Marcial

É MUITO MELHOR VIVER EM PAZ
Marcial Salaverry
Com certeza sempre é muito melhor conseguir viver em paz com seus familiares, vizinhos e amigos, pois a vida sempre vai fluir melhor, mas convenhamos que é algo problemático falar, ou mesmo aplicar a tal da “Política de Boa Vizinhança”, pois  é algo que implica em ter que abrir mão de algumas coisas que por vezes são importantes para nós, em benefício de um bem estar geral, e nem sempre estamos dispostos a tanto.

Tantas coisas acontecem pelo mundo afora, justamente por faltar esse rasgo de boa vontade, seja em alguns governantes, seja em pessoas comuns. É fácil ver pelo noticiário que é mais comum uma briga entre povos vizinhos, do que entre pessoas ou povos distantes. Quantas “Guerras de Fronteiras” temos espalhadas pelo mundo, muitas vezes provocadas apenas por má vontade de alguém que não quer ceder um milímetro sequer.

E que dizer das famosas disputas por alguns centímetros a mais de terra que vemos pelo interior.

E para estacionar um carro? Quantas vezes brigamos por uma vaga, quando rodando um pouco mais poderíamos encontrar um lugar, talvez melhor.

Certa feita, em Águas de Lindóia, quando me preparava para estacionar o carro no local mais próximo de meu hotel, um sujeito “mais esperto” ocupou aquela vaga. Ao invés de discutir, suspirei fundo, e fui estacionar mais adiante, não sem antes duvidar seriamente sobre a honorabilidade da progenitora do individuo em questão, que me tomou a frente, e ainda debochou de minha lentidão em estacionar, dizendo que "o mundo é dos espertos". Durante a tarde, despencou um violento temporal sobre a cidade, inundando toda a região próxima ao lago, e o carro que ocupou “minha vaga”, estava submerso, e o meu, lépido e fagueiro a salvo da inundação. Ganhei por não ter brigado, e exigido aquela vaga, e ficava imaginando a cara do "mais esperto"...

É um tema bem abrangente, pois envolve de uma maneira geral todos os que estão próximos de alguém, pode ser algum de nossos vizinhos de rua, ou um de  nossos colegas de Academia, de trabalho, de botequim, enfim tudo o represente proximidade pessoal.

Claro que os amigos internautas estão nesse pacote.  Embora nem sempre exista contato pessoal, essa política de boa vizinhança deve ser sempre observada, e todos devemos respeitar os direitos de todos, principalmente, os direitos autorais, seja de escritores, seja de webdesigners, por exemplo. Nunca devemos trocar e nem mesmo omitir o nome do autor de um trabalho.  Vamos respeitar o direito autoral, fazendo assim nossa parte no que implica ser política de boa vizinhança internetária.

Basicamente em todos os casos citados, o que sempre deve imperar é o chamado direito de ir e vir, que é privilégio de todos nós.  Claro, sempre deve haver alguns limites nisso, pois não há nenhum sentido em tomar certas atitudes que sabemos irão incomodar alguém, e nunca devemos esquecer de que "seus direitos terminam onde começam os meus, e os meus, onde começam os seus". É preciso saber respeitar para poder ser respeitado.

É o caso daquele amigo que chega dizendo: "Pô amigo, eu sei que você vai se chatear, mas eu tenho que lhe dizer... " Ora pinóias, se sabe que o infeliz vai se chatear, por que cargas d'água tem que lhe dizer aquilo?. Vamos respeitar o ... bem,  o amigo...

Existe uma pequena coisinha que jamais me cansarei de repetir, que é o principal fator a ser observado no relacionamento entre pessoas, conforme disse acima, mas nunca é demais lembrar de que "O meu direito termina onde começa o seu, e o seu onde começa o meu". Procurando agir nesses parâmetros, não teremos problemas, pois os limites são mantidos. 

Devemos sempre  ter o bom senso para observar nossos limites.  Para que "pisar nos calos" de alguém gratuitamente? Existem pessoas que adoram ver o circo pegar fogo, e estão sempre invadindo território alheio e isso, convenhamos, é muito desagradável.

Em sinal de respeito aos direitos alheios, e praticando a política da boa vizinhança, vamos nos desejar mutuamente UM LINDO DIA.

 

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados