UM DIA COMO OS OUTROS

 

O dia de hoje começou bem, como começaram bem todos os dias de minha vida até hoje. Afinal, se eu acordei, é porque estou vivo. E alguém quer sentir melhor sensação do que a de estar vivo? Problemas, existem, sempre existiram, e sempre existirão.

São circunstâncias da vida. O que conta é aquela agradável sensação de sentir-se vivo. Abrir os olhos, dar aquele "Bom Dia, Amigão", aquele "Bom Dia meu amor", levantar, também, depois olhar no espelho e poder dizer "Eu te amo, cara". Depois disso o dia está perfeito.

Com o bom humor em dia, sentar na cadeira (alguns dizem que sentam no computador... vai um alerta... é perigoso), batucar no teclado algumas palavras para os amigos e amigas, o que sempre faço com grande prazer. Pode ter coisa melhor ?

Penso que, realmente o que de melhor existe é o pensamento positivo... mas convenhamos que isso não é o suficiente, pois não adianta ter-se pensamento positivo se as coisas desejadas estão muito acima das possibilidades.

Temos que ser também realistas para fazer um parâmetro entre o desejado e o exequível.

Teve um tal de Lair Ribeiro que disse:

Triunfo é conseguir o que se quer. Felicidade, é querer o que se conseguiu.

É muito profundo esse pensamento. Existe muita gente que luta, luta, para conseguir um objetivo, e depois olha para aquilo que conseguiu e exclama: Pô... tanta luta para isso ?

Ora, vamos apreciar o resultado da batalha, vamos gostar daquilo que temos, ao invés de continuar só cobiçando o inatingível.

Concordo com o que poderão dizer alguns, que é a ambição que move o mundo. Sim, mas não a ambição desmedida. Já que conseguimos atingir um objetivo, vamos dar valor ao que conseguimos, ou seja, amar o que temos.

O que move uma pessoa são seus desejos e emoções, portanto vamos coordenar as coisas, procurando medir bem nossos objetivos, para que tenhamos sempre em mente que é realmente aquilo que queremos, evitando perder tempo em diversas tentativas frustradas.

Sempre é desanimador verificar-se que não era bem aquilo que queríamos.

O principal, é procurarmos nos conhecer. Saber de nossas reais possibilidades. Procurar descobrir qual nossa vocação e o que realmente gostamos de fazer. Depois, vem a parte mais importante, que é ver se existem condições para a execução desses planos, para não sermos obrigados a abandonar certos projetos no meio do caminho.

Na vida temos que ser práticos, e procurar fazer aquilo que for executável. Não adianta traçar objetivos inalcançáveis, para depois ficar lamentando que não tem sorte na vida, e que Deus o abandonou, quando na verdade o que houve foi um planejamento mal direcionado, e Deus não tem culpa das bobagens que fazemos.

Assim sendo, o mais importante é planejarmos nossas ações.

 

Imaginem a cena: O caminhão entalado sob a ponte. Um transeunte sugere ao motorista que esvazie um pouco os pneus, para que o caminhão baixe um pouco. O motorista olha furioso para o passante, e diz: Mas o senhor não está vendo que o caminhão está entalado em cima, e não em baixo ?

 

Marcial Salaverry


[Voltar]

© Copyright Prosa & Poesia - Direitos Autorais Reservados